interceptor

Novas mensagens, análises etc. irão se concentrar a partir de agora em interceptor.
O presente blog, Geografia Conservadora servirá mais como arquivo e registro de rascunhos.
a.h

Tuesday, August 21, 2007

Por esta eu não esperava. O lanche escolar em Moçambique é privilegiado aos homens!
20-08-2007
Crianças estudam esfomeadas

Governo não suporta lanche escolar

O governo de Moçambique não consegue suportar o programa lanche escolar nos estabelecimentos do ensino primário, tal como o programa escolar obriga o executivo a cumprir.

De acordo com o técnico do Programa de Alimentação Escolar no Ministério da Educação e Cultura da Direcção de Programas Especiais e Departamento de Produção Alimentar Escolar, Marcelino Matola, presentemente o governo custeia o lanche escolar em apenas 172 escolas em todo País, para um horizonte de mais 10 mil escolas daquele nível, e, mesmo assim, fá-lo com dificuldades alegadamente devido a falta de recursos materiais e financeiros.

Marcelino Matola disse que “no passado o Ministério da Educação e Cultura recebia apoios e outros recursos materiais e financeiros para suportar o programa lanche escolar”. “O programa lanche escolar nas três regiões do País nomeadamente Centro, Norte e Sul foi implementado em 2002 com o intuito de incentivar a rapariga a não desistir da escola por falta de alimentação”.

Segundo Marcelino Matola “antes de se implementar o programa lanche escolar nas escolas haviam muitas desistências da rapariga”.

Ainda segundo ele “implementamos o lanche escolar nas escolas de modo a alimentarmos a rapariga que não tem uma alimentação condigna no seio familiar”.

“Com o programa lanche escolar motivamos a rapariga para estudar e concluir com o seu nível”, disse Marcelino Matola.

Questionado pelo «Canal de Moçambique» sobre os critérios de selecção para o programa lanche escolar. Marcelino Matola disse que “as escolas contempladas para o lanche escolar foram as que apresentavam um elevado número de crianças vulneráveis à fome, e outras de longe da cidade, de entre outros aspectos concorrentes”.

(Conceição Vitorino) - CANAL E MOÇAMBIQUE - 20.08.2007
20-08-2007 in Ensino - Educação - Juventude


Comments

O problema do lanche escolar não pode ser visto como da rapariga, porque a desistência escolar da rapariga não é somente devido ao lanche mais sim devido a um conjunto de normas discriminatórias, da sociedade e da familia que previlegia a educação do rapaz.

Mas o lanche escolar afecta todas as crianças, porque reduz e completamente a concentração delas. reduzindo deste modo qualquer capacidade de percepção da matéria ministrada pelos professores.

É necessário que sejam melhoradas as condições de ensino o que implica não só no lanche mais de toda os mecanismo que fazem a articulação para que o ensino seja melhor, as infraestruturas, os salários dos professores a presença dos pais nas escolas com mais frequência.


Posted by: maira solange hari domingos 21-08-2007 at 16:36


No comments:

Post a Comment