interceptor

Novas mensagens, análises etc. irão se concentrar a partir de agora em interceptor.
O presente blog, Geografia Conservadora servirá mais como arquivo e registro de rascunhos.
a.h

Thursday, February 01, 2007

Indústria desperdiça um terço da energia consumida

.
.
Da Agência Estado
O desperdício de energia elétrica no setor industrial brasileiro chega a quase um terço do total consumido. A informação é da Eletrobrás, que estima que o segmento consome cerca de 9,2 milhões de MWh, dos quais 31% poderiam ser economizados. A indústria é o setor que mais consome energia elétrica e é o que mais desperdiça, conforme a Eletrobrás.
Na área residencial o desperdício também é grande. O segmento consome cerca de 7,5 milhões de MWh, e poderia economizar até 25% desse total. "Muitas vezes a pessoa, para economizar um pouco, compra uma geladeira mais barata, que não tem o selo Procel, por não saber que o selo garante um produto com alto grau de eficiência, que, em pouco tempo, permite uma economia maior do que a feita na compra", diz o chefe da Divisão de Planejamento em Conservação de Energia da Eletrobrás/Procel, Hamilton Polis.
A Eletrobrás criou, há 22 anos, o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) e estima que tenha conseguido uma economia de 22 milhões de megawatts no período, o que seria suficiente para abastecer todo o Estado do Rio Grande do Sul durante um ano. Segundo Polis, só em 2005 o programa gerou economia de 2,1 milhões de MWh. Os dados referentes a 2006 ainda estão sendo calculados, mas ele acredita em uma melhoria de mais 5% sobre 2005.
No setor comercial, pelos cálculos da Eletrobrás/Procel, seria possível economizar até 18,9% dos 5,6 milhões de MWh consumidos. Nos setores de iluminação pública e no setor público, os desperdícios são menores – assim como na área de saneamento, com indicadores na faixa de 5% do total consumido. Os setores consomem cerca de 1,5 milhão de MWh de energia elétrica atualmente. Nos "outros", que incluem o segmento rural e autoprodução, o total passível de economia chega a 10,1% dos 3 milhões de MWh consumidos. (Alaor Barbosa, da Agência Estado)

http://amanha.terra.com.br/ - Newsletter diária n.º 884 - 01/02/2007
.
.

2 comments:

Anonymous said...

Uma questao de precisao:
E' errado grafar a abreviatura de megawwat-hora com um barra
entre MW e h. Trata-se de uma multiplicaçao e nao de uma divisao. O correcto sera' MWh,
assim como kWh, GWh, TWh, etc.
Cumprimentos de
J. Figueiredo

FENRIR said...

Obrigado,
Irei corrigir.

Post a Comment